sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Impossível....

Amigo, não diga-me ser fato que, esgotados seus recursos e forças, teus amigos nada podem fazer... Apesar que, dizes verdades: não há forças em nós. Nem condições. Não, nem para nós mesmos, porém… há um anjo que faz vencer, ainda que não percebemo-lo, está colocado ao teu lado, insiste em não ser notado, mas está aí… como escudo, em prontidão, de plantão, para dar-te um choque na alma se ela não mais respirar… E, sobre não mais aguentar, uma pergunta: quem aguenta? Quem? Ninguém!!! Dissestes verdades: ninguém! Nem antes, nem agora ou no começo. Ninguém!… Não dá para sobreviver um dia sequer… Deus dá-te razão nisto que dizeis, concorda contigo, é insuportável, impossível... E, olhando-te nessa situação, com tudo que sofres, Deus está sorrindo. Sabe porque? Destes a Ele o direito de virar-Se ao demônio e dizer, Ninguém sobrevive a isso, um único dia sequer, mas ele ainda está aqui… rasgado, arrastando-se, engasgando-se com a água, chamuscado, queimado, com feridas abertas, quebrado, ao pó, sobre cinzas, e ele próprio é cinzas, cinzas assentado sobre cinzas, com fraquezas medos e dúvidas, mas ele ainda está aqui… Glórias a Deus...Amigo, o impossível já não é patrimônio exclusivo de Deus, porque você fez o impossível: chegou até aqui… com méritos, sabia? Porque você sempre soube que, sozinho, jamais venceria, mas foi exatamente nessa condição, sozinho, que deixei-te… e, onde mesmo Comigo seria quase impossível, deixei-te para ver o que farias… Parabéns, parabenizo-te. Sabe porque? Você não é Deus, mas mesmo não sendo Eu, conseguiu o impossível: chegou até aqui… Aqui aonde? Bom… a lugar nenhum... a questão não é o lugar em sí, mas o fato de estar vivo. Ainda que semi-morto, mas vivo. A vida é algo absoluto, não existe meia vida, seja por um fio, ou ligado a aparelhos, a vida sempre será vida… Você está vivo. Este era o desafio: estar vivo… então, continua… Deus está rindo, e colocou um cabresto no demônio para, queira ou não queira, continuar assistindo a cena de um ser humano executando o impossível… Você não é Deus, e fez o impossível, imagina Eu? Tenho todo o arsenal de milagres, maravilhas e prodígios, para fazer na tua vida! E se esse seu dom recém-inaugurado, de fazer milagres, trouxe-te tão longe, imagine quando Eu, Deus, levantar-me e dizer Basta, é chegada Minha hora … se teu esforço fez-te avançar léguas, subir degraus, Meu esforço fará-te atravessar os ares e alcançar os céus… E não faltará agora, para o anjo, asas, tranquiliza-te pois trouxe um par de sobra, presente de Deus, para entregar-te. Encaixe-as, vista-as, receba-as: um par de asas novas, para voar, e estar acima de todas angústias e medos... E vença, agora, tua guerra presente, a do momento, que está sendo travada dentro de ti, no nome de Jesus Cristo...

Dá um Glória...

Fica com Deus…

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Comentários estão liberados por tempo indeterminado, pois não terei condições, por algum tempo, de moderá-los (estarei sem internet durante algum tempo então não sei quando exatamente retornarei) por isso comentem a vontade e os comentários serão publicados automaticamente, porém, fica assim, logo que consiga voltar e lê-los, caso haja algo ofensivo ou inadequado, irei deletá-los, ok? (porém, tenho que ser justo: todos que passaram aqui e comentaram ou não, até este momento, só trouxeram alegrias). Ah, sim... ainda em tempo, há um post muito indigesto neste blog, se chama "Será que vale a pena...?", este post é tão horrível que, até este presente momento, só mesmo eu tive coragem de comentá-lo, por isso, para promover aquele texto (poema????) horrendo, os heróis (que Deus lhes proteja) que conseguirem comentá-lo concorrerão a uma caixa vazia do meu remédio faixa-preta, com uma dedicatória e meu autógrafo. Fiquem com Deus, assim que possível, retornarei. Bye.